5 MOTIVOS PARA NÃO EMPRESTAR O CARTÃO DE CRÉDITO PARA NINGUÉM

QUEM COSTUMA EMPRESTAR CARTÃO DE CRÉDITO PARA ALGUÉM PROVAVELMENTE JÁ PASSOU POR ALGUMA DOR DE CABEÇA.

SAIBA O QUE PODE ACONTECER NESSA SITUAÇÃO.

Quem tem o hábito de pedir ou emprestar cartão de crédito geralmente acaba enfrentando problemas na hora do pagamento da fatura.

Por isso, emprestar cartão de crédito é bastante perigoso para quem deseja se organizar financeiramente.

A prática de emprestar cartão de crédito costuma ser feita por pessoas que desejam ajudar parentes ou amigos próximos.

Entretanto, na maioria das vezes, esse ato acaba prejudicando os dois lados.

O descontrole financeiro é responsável por prejudicar não só o bolso, mas a vida das pessoas. Por isso, ao tentar ajudar amigos, o dono do cartão pode acabar com uma enorme dívida nas costas.

CONFIRA OS CINCO PRINCIPAIS MOTIVOS PARA EVITAR AO MÁXIMO EMPRESTAR O SEU CARTÃO DE CRÉDITO PARA ALGUÉM:

1 – Relação pessoal é diferente de relação financeira. O motivo mais simples é também o mais importante para não emprestar cartão: misturar amizade com dinheiro não dá certo.

É claro que quem pensa em emprestar cartão de crédito para amigos deve ter pena de vê-los passando por uma dificuldade financeira. Entretanto, muitas vezes ajudar nesse momento pode ter efeitos menos benéficos do que você imagina.

Isso porque, quando uma pessoa cria uma dívida e recebe logo uma ajuda financeira, ela não sofre as consequências da dívida.

Ou seja, no final, quem fica com o nome sujo e impossibilitado de crédito é o dono do cartão.

Por isso, é melhor escolher entre dar o valor/produto de presente ou deixar essa pessoa aprender com os erros.

Dessa forma, se alguém próximo pedir seu cartão de crédito emprestado, seja firme. Após as dificuldades enfrentadas, é bem mais provável que esse amigo não queira mais criar dívidas.

2 – Quem pede emprestado provavelmente tem um histórico ruim, Uma coisa bastante óbvia, mas que acabamos não percebendo: se uma pessoa veio pedir seu cartão, é porque provavelmente ela não foi aprovada por nenhum banco ou estourou o limite dos que já tinha.

Ou seja, ela é uma mal pagadora e, consequentemente, desorganizada financeiramente. Portanto, qual a chance dela cumprir a dívida feita no cartão de outra pessoa?

3 – Os riscos e as consequências vem todas para quem empresta

Após emprestar o cartão de crédito para parentes, se eles ao menos atrasarem a parcela, você ainda terá que pagar a fatura.

Dessa forma, enquanto o valor vai se acumulando, você possui a responsabilidade da quitação, já que a dívida está em seu cartão.

Além disso, se nenhum dos dois puder efetuar o pagamento, é o nome do proprietário do cartão que vai ficar sujo.

4 – Quem empresta pode ficar sem limite Um bom limite serve principalmente para que alguém consiga comprar um produto de alto valor e conseguir pagar parcelado.

Dessa forma, caso você empreste seu cartão, o limite pode ficar comprometido ou esgotar. Isso significa que, até a quitação do valor total, você ficará impossibilitado de usar efetivamente o seu cartão.

5 – Existem outras alternativas Para as pessoas de maior confiança, como os familiares mais próximos, existe o cartão adicional.

Ele é um cartão de crédito dependente que compartilha o limite do titular. Assim, mesmo possuindo o nome da pessoa que irá utilizá-lo, o limite de gastos é controlado pelo dono do cartão de crédito original.

Essa alternativa dá maior controle sobre o valor que será descontado do limite. Assim, fica mais fácil manter a organização financeira e emprestar cartão de crédito.

Comentários no Facebook